Conselho Geral

O Conselho Geral é o órgão de direção estratégica responsável pela definição das linhas orientadoras da atividade da escola, assegurando a participação e representação da comunidade educativa.

PRESIDENTE Helena Cristina Laiginhas Afonso
DIRETORA Maria Manuela Vieira Machado
REPRESENTANTES DO PESSOAL DOCENTE
Ana Cláudia Lobão Nascimento
Deolinda Maria Lopes Marques
Helena Cristina Laiginhas Afonso
José Joaquim Andrade Parreira
Maria Cristina Machado Cerqueira Bastos
Maria de Fátima Neves Vasconcelos Dias
Maria Manuela Sá Paiva
REPRESENTANTES DO PESSOAL NÃO DOCENTE Sandra Teixeira Magalhães
REPRESENTANTES DOS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO
Ana Andreia Santiago da Silva Ferreira Miranda
Elsa Cláudia Teixeira Pinto Correia
Filomena Beatriz Marques Pinto Nogueira Azevedo
Noel Barbosa Leão Pereira Gomes
Susana Rodrigues Pereira
REPRESENTANTES DA AUTARQUIA
José António da Silva Oliveira
José Carlos Soares
REPRESENTANTES DA COMUNIDADE LOCAL
Joaquim Manuel da Cruz Carvalho
António Santos da Conceição Machado

Competências: (de acordo com o definido no artigo 13º do Decreto-Lei n.º 137/2012 de 2 de julho) 

a) Eleger o respetivo Presidente, de entre os seus membros;
b) Eleger o diretor, nos termos dos artigos 21º a 23º do decreto-lei 137/2012, 2 de julho;
c) Aprovar o Projeto Educativo do Agrupamento e acompanhar e avaliar a sua execução;
d) Aprovar o Regulamento Interno do Agrupamento; 
e) Aprovar os Planos Anual e plurianual de Atividades; 
f) Apreciar os relatórios periódicos e aprovar o relatório final de execução do Plano Anual de Atividades; 
g) Aprovar as propostas de contrato de autonomia, 
h) Definir as linhas orientadoras para a elaboração do orçamento; 
i) Definir as linhas orientadoras do planeamento e execução, pelo diretor, das atividades no domínio da ação social escolar; 
j) Aprovar o relatório de contas de gerência; 
k) Apreciar os resultados do processo de autoavaliação; 
l) Pronunciar-se sobre os critérios de organização dos horários; 
m) Acompanhar a ação dos demais órgãos de administração e de gestão; 
n) Promover o relacionamento com a comunidade educativa; 
o) Definir os critérios para a participação da escola em atividades pedagógicas, científicas, culturais e desportivas; 
p) Dirigir recomendações aos restantes órgãos, tendo em vista o desenvolvimento do Projeto Educativo e o cumprimento do Plano Anual de Atividades; 
q) Participar, nos termos definidos em diploma próprio, no processo de avaliação do desempenho do diretor; 
r) Decidir os recursos que lhe são dirigidos; 
s) Aprovar o mapa de férias do diretor.



Para dar cumprimento à legislação em vigor, o Conselho Geral publica os Critérios de Avaliação Interna da Diretora.

  • Critérios de avaliação interna da Diretora
  • Carta de Missão da Diretora – julho 2017
  • Projeto de Intervenção da Diretora 2017/21